LER É UM PASSO PARA CRESCER!
RSS

terça-feira, 17 de novembro de 2009

O BURRINHO LUTADOR! (CAPÍTULO I)

Nas escolas do 1.º Ciclo do Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste os alunos estão a escrever histórias e.... cada EB1 dá o seu contributo!
Foi a EB1 de Assento 1 que iniciou a construção das histórias: uma para cada ano de escolaridade.
A turma do 4.º ano da professora Clementina começou assim:



    -Trabalhar…trabalhar… trabalhar!... todos os dias a mesma coisa… acordar cedo… comer qualquer coisa e ir para o campo trabalhar! Estou farto! Dizia o burrito.
     Chamava-se caramelo o burrinho lutador que vivia na aldeia, na quinta do Sr. Zé, onde trabalhava de sol a sol sem amigos para brincar.
    Naquela manhã, melancólica de inverno, acordou revoltado com toda aquela monotonia. Decidiu então que ía conhecer o mundo… outras terras… novas gentes e quem sabe novos amigos. Então com um coice rebentou a porta do celeiro e pôs-se a caminho.
    Correu durante horas, com medo que o Sr. Zé o perseguisse, até que sentiu a barriga a dar horas, estava esfomeado, resolveu então procurar alimento. Espreitou aqui, espreitou ali… mas não havia comida apetitosa… como aquela que o Sr. Zé lhe dava. Estava perdido, esfomeado, cheio de frio e sem saber o que fazer. Anoiteceu… estava completamente perdido e só. Desamparado, continuou a andar por campos e estradas, amanheceu e tudo parecia triste e sem sentido.
    - Para que tive eu esta triste ideia? O mundo é mais bonito na quinta do Sr. Zé!
    -Psst… psst… ei, ó tu?!!!
    - Quem me fala?
    - Eu… aqui em baixo!
    - Quem és tu?
    - Sou o rato Mico… nunca te tinha visto por aqui… estás tão triste… pareces perdido!
    - Pois estou… fugi do meu celeiro e já não consigo voltar, tenho fome e saudades do meu dono.
    - Fome!!! Vamos lá tratar disso. Amigo do Mico não passa fome.
    - Amigo!... eu?... tu nem me conheces!
    - Vá… vem comigo… vou mostrar-te o meu cantinho mágico.
   Atravessaram então por uns arbustos, até que viram um riacho com um prado verdejante e ao fundo um…
    - O que é aquilo? Perguntou o Caramelo.
    - É um celeiro. Já está abandonado há bastante tempo. No entanto, é ali que vais encher a pança!
    Ao chegarem viram a Pestinha, uma cadela muito malandra, a rebolar em cima de latas e sacos de lixo.
    - Xi!!!... que lixeira! Não tens vergonha? Não devias espalhar o lixo por aí.
    - Não fui eu que fiz este lixo. Os aldeãos é que atiram para aqui tudo o que não querem, eu só como os restos… queres ver?
    Foram então às traseiras do celeiro...
   - Que confusão! Tanto lixo! As águas do riacho tão sujas! Isto não pode ficar assim…


Os alunos da turma 4A1 - Turma do 4º ano de Assento1


Agora é a vez da EB1 de Assento 2 continuar....

1 comentários:

Anónimo disse...

Olá meninos e meninas!
A história está fixe!
Os desenhos maravilhosos!
Continuem...
Anabela

Publicar um comentário